top of page

Conselho das Entidades apresenta demandas para deputados

Na reunião do Conselho das Entidades Empresariais de Joinville desta segunda-feira (2) com deputados estaduais Fernando Krelling, Kennedy Nunes e Sargento Lima e o deputado federal Darci de Matos, temas importantes para a região como a duplicação da BR-280, reformas administrativa e tributária, contorno ferroviário, Serra Dona Francisca, repasses para o Hospital Infantil e mais demanda de energia elétrica para as empresas foram debatidos.


O conselho é formado pela Associação Empresarial de Joinville (ACIJ), pela Associação dos Comerciantes de Material de Construção (Acomac), Associação de Joinville e Região da Pequena, Micro e Média Empresa (Ajorpeme) e Câmara de Dirigentes Lojistas de Joinville (CDL) – entidade que recebeu o encontro.


O presidente da ACIJ, Marco Antonio Corsini, reforçou o pedido para os parlamentes intercederem junto à Secretaria Estadual de Saúde por uma solução no impasse com o Hospital Infantil e destacou a importância de uma atuação conjunta junto à Celesc e ao Governo para reforço no sistema de distribuição de energia elétrica. “A questão energética é um limitador para investimentos em aumento da capacidade de produção das nossas indústrias. Há muitas empresas com planos de expansão, cenário que vai se fortalecer com a retomada da economia. O reforço na distribuição de energia terá impactos positivos em todo o setor produtivo e, por consequência, para a receita do Estado e benefícios para a comunidade”, afirma.


Segundo o presidente da Acomac Joinville, Ivonei Arnaut, é inadmissível que tenhamos trens atrapalhando a locomoção dos nossos trabalhadores há tantos anos. Para ele, o contorno ferroviário é essencial para Joinville e região pelo potencial econômico e turístico e o investimento na malha ferroviária reduz custos de logística, tanto para as empresas como para as pessoas. “Um vagão cargueiro com 100 toneladas substitui quatro caminhões nas rodovias. O trem desafoga o trânsito, além de reduzir a possibilidade a acidentes nas rodovias. Devemos também incentivar o turismo nos trilhos com o transporte de pessoas, unindo todo o estado de Santa Catarina, entre cidades, serras e praias”, destaca.


O presidente da Ajorpeme, Leonardo Santana, revela que o encontro serviu para cobrar mais agilidade na discussão e aprovação da reforma administrativa: "Também deixamos claro para os nossos representantes que não concordamos com o possível aumento da carga tributária, hipótese que foi levantada pelas últimas propostas apresentadas".


Para o presidente da CDL Joinville, José Manoel Ramos, é preciso encontrar uma solução para a Serra Dona Francisca, com melhorias na sinalização, iluminação e na pista, para que a via deixe de ser placo de tragédias e mortes. A obra mais recente foi a colocação de talude para controlar a erosão em um dos trechos mais perigosos da pista, mas é considerada uma medida paliativa. “Agora aguardamos que a promessa feita pelo governo do Estado de lançar a licitação seja cumprida e que finalmente sejam feitas faixas adicionais, refúgios e outras obras que garantam mais segurança na via”, revela. Outra demanda antiga do Conselho das Entidades é que a região da Serra seja atendida pelas empresas de telefonia celular.



Segundo os presidentes das quatro entidades, a duplicação da BR-280, importante rodovia que corta o Norte de SC, precisa de mais investimentos tanto do governo federal como do estadual. Os deputados estaduais se comprometeram em cobrar do Governo do Estado o repasse para projetos de participação do Estado em obras federais, como a duplicação da BR-280 e cobranças para a Serra Dona Francisca.

22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page