Ajorpeme repudia aumento do Fundo Eleitoral

Nesta terça-feira, 10, o presidente Jair Bolsonaro sinalizou a líderes do Congresso que, caso a proposta do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, conhecido como fundo eleitoral, seja de R$2,5 bilhões, não será vetada. A proposta inicial do relatório parcial da Lei Orçamentária Anual de 2020 era de R$ 3,8 bilhões. Na eleição de 2018, o fundo contou com R$ 1,7 bilhão, conforme resolução aprovada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).


“A Ajorpeme repudia o aumento, pois fundo eleitoral integra o Orçamento Geral da União (OGU) e é abastecido somente com dinheiro público. Também pedimos que os parlamentares catarinenses se posicionem de forma contrária ao acréscimo”, declara Fernando Bade, presidente da Ajorpeme.


Criado em 2017, o fundo eleitoral é abastecido com dinheiro do Tesouro e é destinado às campanhas dos candidatos. Além dele, existe o fundo partidário, que financia atividades do dia a dia das legendas.

21 visualizações
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon
CONTATO

R. Urussanga, 292 - Bucarein

Joinville, SC - 89202-400​​

47 2101 4100

ajorpeme@ajorpeme.com.br

© 2018 por Ajorpeme