Ajorpeme lança documento com reflexões políticas e práticas da entidade

Ajorpeme lança documento com reflexões políticas e práticas da entidade

Atualizado: Jan 21

"Reflexões Ajorpeme" será entregue a todos os partidos de Joinville


No dia 4 de outubro, os joinvilenses irão às urnas para escolher prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. Sempre em defesa dos empresários e da comunidade, a Associação de Pequenas, Micro e Médias Empresas de Joinville e Região (Ajorpeme) entrega aos candidatos, a cada eleição, os pleitos da entidade. Em 2020, além dos pleitos, a associação entregará também o “Reflexões Ajorpeme”. Um documento que apresenta alguns pensamentos, visando beneficiar a sociedade e a administração pública.


“Nosso objetivo é contribuir com a política de Joinville e região, promovendo algumas reflexões que podem estimular o ambiente público”, declara Fernando Bade, presidente da gestão 2019. O documento é dividido em quatro pontos: sucessão, mandatos, valorização dos conselhos e burocracia.


No item “sucessão”, a entidade apresenta seu modelo de liderança, que é renovada a cada ano. Para a associação, é evidente a falta de oxigenação no meio político, principalmente no poder legislativo, em que é possível se reeleger indefinidamente. “Buscamos instigar os eleitos no legislativo a praticar as normas postas ao executivo, de se reeleger apenas uma vez e trabalhar com sua base uma nova liderança. Assim, a renovação seria constante”, explica Bade.


Já em “mandatos”, o foco são as trocas dos cargos atuais por outras posições em eleições posteriores. Segundo o presidente, a Ajorpeme defende a continuidade e cumprimento integral de cada mandato: “Pedimos que se dê mais valor ao cumprimento integral de cada mandato, ou na máxima transparência sobre esse assunto para aqueles que confiaram os votos”.


“Valorização dos conselhos” é o terceiro tópico do documento, que ressalta a importância da tomada de decisões envolvendo vários agentes, representando a sociedade em suas diversas demandas. “Temos uma governança que distribui muito bem os papéis dentro da organização. Este know-how pode ser muito bem explorado pelos gestores públicos, utilizando as experiências das entidades e seus membros para fomentar a região”, explica Bade.


O último ponto fala sobre “Burocracia” e as dificuldades que os empresários das micro e pequenas empresas enfrentam diariamente. De acordo com o presidente, a proposta da Ajorpeme é “reforçar a importância do ambiente de negócios, através de leis e políticas públicas que levem em consideração seu impacto”.


Adael dos Santos, presidente da Ajorpeme gestão 2020, ressalta que a associação é apartidária, mas acompanha de perto os panoramas políticos e seus reflexos na comunidade. “Entregaremos o documento para todos os partidos registrados em Joinville. Nossa expectativa para a eleição deste ano é que os eleitores façam uma boa análise de todas as propostas para a nossa sociedade. Dos candidatos, esperamos propostas coerentes com as nossas necessidades, reforçando a importância do ambiente de negócios, através de leis e políticas públicas que levem em consideração seu impacto”, afirma.


Leia o documento completo abaixo ou faça o download aqui.

REFLEXÕES AJORPEME


Nos últimos meses, uma discussão interna nos levou a refletir sobre uma forma de contribuir para a troca de ideias, algo tão salutar em nossa sociedade, visando avanços e melhor entendimento de experiências exitosas e até evitando algumas que possam ser reconhecidas como problemáticas, uma análise de ações através de evidências.


Como representamos um grande número de empresários, sempre deixamos claro nosso foco no objetivo de um ambiente de negócios favorável para o empreendedor, principalmente para aqueles mais audaciosos, que buscam sempre com muita luta, estabelecer uma empresa em nossa região.


Assim, ano após ano, entregamos cartas de compromisso com pleitos aos candidatos, na qual elencamos algumas das solicitações mais urgentes do empreendedor, a fim de ver nosso ambiente de negócios mais próspero.


Este ano, estamos fazendo um paralelo de algumas práticas comuns da Ajorpeme, que nos beneficiam muito e, quem sabe, poderiam beneficiar também a administração pública. Focamos aqui em pontos que podem oferecer mais participação pública, oxigenação no ambiente político, maior transparência e eficácia.


O corpo de associados da Ajorpeme é um celeiro de lideranças e novas práticas de gestão, sendo uma fonte de ideias e ações que nos permitem oxigenar os participantes da direção da entidade, acelerando o processo de inovação. Baseados nisso, apresentamos alguns pontos para reflexão que podem estimular o ambiente público:


SUCESSÃO: Para nós, como Ajorpeme, temos o tema “sucessão” como algo sensível e nos desafiamos a buscar novas alternativas, renovando ano após ano a diretoria executiva, não reelegendo o presidente. Este procedimento mexe com toda a executiva, sempre buscando novas lideranças para assumir posições na diretoria.


No meio político a falta de oxigenação é muito mais evidente no poder legislativo, que por lei, pode se reeleger indefinidamente. Buscamos uma reflexão maior sobre este ponto, a fim de instigar os eleitos no legislativo a praticar as normas postas ao executivo, se reeleger apenas uma vez e trabalhar com sua base uma liderança nova. Acreditamos que isto deixaria o ambiente político mais representativo, pois a renovação seria constante, levando as necessidades e inovações da sociedade de maneira mais rápida ao centro de tomadas de decisões.


MANDATOS: Quando escolhemos as lideranças que estarão a frente da entidade tomamos muito cuidado com relação a esse item, buscando pessoas que consigam começar e terminar a atividade na pasta que foi escolhido.


Sabemos que no atual momento de nossa democracia é normal e até referendado por muitos dos eleitores, a política de buscar trocar seu mandato atual por outra posição, outro mandato nas eleições posteriores. Assim, eleitos nas eleições locais, ganham cargos nas eleições gerais, ou vice e versa, alterando o equilíbrio político muitas vezes e, mais importante, interrompendo alguns projetos em andamento, causando ruptura.


Buscando uma maior eficiência, propomos uma mudança nesta visão, que em certas ocasiões pode ser benéfica, apenas ressaltamos que se busque dar mais valor ao cumprimento integral de cada mandato e/ou na máxima transparência sobre esse assunto para aqueles que confiaram os votos.


VALORIZAÇÃO DOS CONSELHOS: Este ponto é muito interessante para nossa entidade. Temos uma governança que distribui muito bem os papéis dentro da organização e gostamos de ressaltar a importância e valor dos nossos conselhos e núcleos para a tomada de decisões.


A sociedade está cada vez mais diversa, dificultando a tomada de decisão unilateral, aumentando a necessidade de conselhos que de fato representem a sociedade em suas diversas demandas e que o poder público de fato os considerem.


As entidades empresariais e seus quadros conseguem discutir e reunir diversas demandas e projetos de impacto no ambiente de negócios, isto fruto de várias discussões de seus mais variados núcleos temáticos. Este know-how pode ser muito bem explorado pelos gestores públicos, utilizando as experiências das entidades e seus membros para fomentar a região.


BUROCRACIA: Somos empresários de micro e pequenas empresas, onde a simplicidade é fundamental para o sucesso. Nossas equipes são enxutas e, como entidade empresarial, lutamos o tempo todo para reduzir burocracias que são impostas às nossas empresas e nos perguntamos se realmente tal rotina é necessária, se o poder público deve atuar ou não em determinado assunto e se a regulação ocorre automaticamente pelo mercado (lei da oferta x demanda).


Uma sociedade para se desenvolver precisa primeiramente gerar riqueza, para isso, faz-se necessário o alinhamento entre os poderes constituídos (Executivo, Legislativo e Judiciário), reforçando a importância do ambiente de negócios, através de leis e políticas públicas que levem em consideração seu impacto.


É necessário revisar leis e normas existentes através dos comitês de desburocratização, já existentes em algumas das cidades de nossa região e que devem ser reforçados com a participação de empreendedores e empresários.

Contem sempre com a Ajorpeme!

130 visualizações
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon
CONTATO

R. Urussanga, 292 - Bucarein

Joinville, SC - 89202-400​​

47 2101 4100

ajorpeme@ajorpeme.com.br

© 2018 por Ajorpeme